menu-mob.png

Como garantir uma Governança de Dados bem-sucedida

pelo Karl Meier
September 18 2017

blog-4.jpg

O objetivo da governança de dados é fornecer informações sobre a disponibilidade, facilidade de uso, integridade, segurança e privacidade dos dados.  

À medida em que a quantidade de dados que as organizações manipulam cresce, políticas e processos de privacidade de dados eficientes são fundamentais. Além disso, a privacidade dos dados deve ser incorporada em novos sistemas e criada em sistemas e legados já existentes. Mas a privacidade está longe de ser apenas software e hardware. A privacidade é sobre as pessoas.

Se você já possui uma iniciativa de governança de dados, provavelmente você deve ter nomeado um Chief Data Officer (CDO). De acordo com a IBM, 25% das empresas da Fortune 500 agora empregam CDOs. Eles têm a responsabilidade final pelos dados dentro da organização, mas também exigem educação básica sobre proteção de dados.

O CDO garante que a propriedade de dados esteja alinhada e que os proprietários de dados, enquanto os administradores de dados, sejam responsáveis pela execução de atividades relacionadas ao gerenciamento de privacidade. Depois de habilitar a propriedade de dados, as classificações de privacidade existentes para dados de clientes e funcionários podem ser ativamente gerenciadas. Essas atividades desempenham um papel fundamental no fortalecimento da primeira linha de defesa na empresa sob uma perspectiva de risco. Isso também configura o contexto ao longo do ciclo de vida dos dados para o proprietário dos dados.

Tenha em mente que há uma diferença entre a privacidade e a classificação da segurança da informação. Se a sua empresa não possui tais classificações, os administradores de dados podem habilitar os proprietários de dados para classificar os dados que possuem. Isso se torna mais fácil se seus dados já estiverem agrupados logicamente em domínios com base em suas características comerciais, como por exemplo, domínio de clientes, produtos, fornecedores. Os dados dos funcionários, por exemplo, podem ser classificados em um domínio de recursos humanos. Um conjunto de dados ou um subdomínio pode então ser classificado para poder aplicar as classificações corretas a esses dados específicos.

Outro tópico no gerenciamento de padrões de privacidade em evolução é a prática de Governança de Dados de manter rigorosamente a proveniência da informação. A proveniência da informação refere-se de onde a informação foi coletada, as provisões de aviso e consentimento sob as quais foi coletada. As empresas precisam saber como as informações pessoais dos indivíduos vieram a existir em seus sistemas, bancos de dados e data warehouses, e o que os indivíduos foram informados sobre como suas informações seriam usadas. Toda essa informação deve ser armazenada como meta-dados.

Todos esses requisitos precisam ser claramente incorporados na sua estratégia de governança de dados para fornecer orientação aos funcionários e para ajudá-los em qualquer atividade que inclua informações confidenciais e privadas. Para que um programa de governança de dados seja bem-sucedido, é importante entender todas as necessidades e possibilidades de negócios antes de implementá-lo. Ou seja, a gestão de dados e o processo de gerenciamento de privacidade devem estar alinhados com os objetivos organizacionais.

A necessidade de governança de dados só crescerá de acordo com a quantidade de dados. É justamente por isso que este é o melhor momento para obter uma ferramenta de MDM para gestão de dados.


Karl Meier brings more than 20 years of experience in enterprise software implementation projects and Master Data Management. In his present role at Stibo Systems, Karl is project manager and solution consultant and is implementing projects for product and customer Master Data Management in the retail and distribution sector. Follow Karl on:
Karl Meier verfügt über mehr als zwanzig Jahre Erfahrung in den Bereichen Stammdatenverwaltung und Implementierung von Unternehmenssoftware. In seiner derzeitigen Rolle bei Stibo Systems ist er als Projektleiter und in der Lösungsberatung tätig und auf die Implementierung von Produkt- und Stammdatenlösungen für Handel und Distribution spezialisiert. Folgen Sie Karl Meier:



← Previous Post
Next Post →